Conecte-se conosco

Entretenimento

Marilia Mendonça adia turnê na Europa por conta da gravidez

Published

on

Cantora Marilia Mendonça precisou adaptar seus planos de trabalho por conta da gravidez de seu primeiro filho, Léo – homenageado pela mãe dela, Ruth, com uma tatuagem. A cantora contou nesta quinta-feira (15) no Instagram que alterou as datas de shows que faria na Inglaterra, Bélgica e Portugal. “Em virtude do impedimento de embarque e de recomendações médicas devido ao período avançado da gestação da artista, a realização da turnê de Marilia Mendonça na Europa que aconteceria em dezembro de 2019, foi transferida para abril de 2020”, afirmou em post compartilhado na rede social.

Ver essa foto no Instagram

NOVA DATA ! . Em virtude do impedimento de embarque e de recomendações médicas devido ao período avançado da gestação da artista, a realização da turnê de Marilía Mendonça na Europa que aconteceria em Dezembro de 2019, foi Transferida para Abril de 2020 nas seguintes datas: . 02 de Abril- Londres 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿 Local: Troxy. . 03 de Abril- Bruxelas 🇧🇪 Local: Kart Expo Bruxelas. . 04 de Abril- Porto 🇵🇹 Local: Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota. . 05 de Abril- Lisboa 🇵🇹 Local: Altice Arena. . Os ingressos adquiridos antecipadamente valerão para próxima data, quem optar pelo Reembolso, favor procurar os pontos de vendas onde foram adquirido os mesmos. Estamos juntos nessa meu parceiro @thiagotrembala @trembalapromocoes @workshow #mariliamendoncaeuropa2020.

Uma publicação compartilhada por marilia mendonça (@mariliamendoncacantora) em

Cantora rebate alfinetadas: ‘Sempre fui chata’

No Instagram Stories, a goiana, parceira da dupla Simone e Simaria no novo clipe das coleguinhas, fez um desabafo sobre as críticas que vem sofrendo por conta da personalidade. “Vou falar uma coisa para vocês: a primeira coisa é que sempre fui chata e agora acho que só deu uma aumentada mesmo no grau do rolê. E segundo, cara, para todo mundo que não entende essa fase, a única coisa que desejo é a bênção da gravidez como a minha mãe fazia comigo. Minha mãe sempre falava para mim: ‘um dia você vai ter filho e vai entender tudo o que passei para ter você e tal’. Não é dramatizando, não é nada… Gente, são tantas coisas que acontecem, fora toda reviravolta na minha vida, como uma profissional de 24 anos, uma menina que tem o mundo para carregar nas costas, receber essa notícia é um baque muito forte e impactante. É para sempre e até cair a ficha demora”, afirmou a jovem, presenteada pelo namorado e pai de Léo,Murilo Huff, com uma joia personalizada.

‘Esqueço as coisas, me irrito fácil’, lista Marilia sobre gravidez

Além de ter notado um aumento da acne na gravidez, outros efeitos colaterais que a intérprete de “Ciumeira” notou foram listados no vídeo. “Depois que cai a ficha, aí começam os hormônios a esmagar seu cérebro. Cara, seu cérebro fica completamente esmagado. Sinto essa sensação porque esqueço as coisas, me irrito fácil, me irrito comigo mesma, quero sair do meu corpo às vezes porque estou irritada comigo mesma… Não estou passando enjoo nem nada, mas essas coisas de hormônio estão acabando comigo. Na gravidez, o legal – que está sendo para mim – o bonito, o lindo é estar gerando uma vida, meu Léozinho, que estou esperando ansiosa para ver o rostinho dele. Mas o restante é muito difícil, então peço para vocês um pouquinho de paciência comigo porque vai passar, é uma fase”, disse a artista, que repetiu um look usado por outra grávida famosa, Tatá Werneck, recentemente.

Fonte: MSN

Purepeople

(Por Marilise Gomes)

Entretenimento

Gustavo Lima investe na música inédita ‘O ex da sua vida’ para terminar o álbum de repertório romântico

Published

on

Foto: Divulgação

♪ Após o primeiro volume do álbum O embaixador falando de amor, apresentado em 10 de junho com 6 músicas, Gustavo Lima lança a segunda e última parte do álbum gravado no estúdio Balada, em Goiânia (GO).

Em rotação nos aplicativos de música desde quinta-feira, 1º de julho, o disco O embaixador falando de amor vol. 2 acrescenta sete canções ao repertório romântico. O foco de marketing da gravadora Sony Music – parceira do selo Balada Music na edição do álbum – atualmente recai sobre O ex da sua vida, faixa em que o cantor mineiro dá voz à composição inédita de Adryel Lima.

O resto do repertório deste segundo volume é composto por regravações de outros artistas? sucessos, como Va a ser (Cláudio Rabello e Franco Atílio), Se não tivesse ido (Marco Antonio Solís Sosa e Bruno), Os corações não são iguais (Augusto César, Miguel Plopschi e Paulo Sergio Valle), Quando um enorme amor se faz (Cantare è d’amore, Amedeo Minghi, na versão em português de César Augusto e Duchesca), e Você mudou (Fazendo amor do nada, Jim Steinman, na versão em português de Boiadeiro e Sandro Lemes).

Para aqueles que não sabem o nome da canção, Making love out of nothing at all é uma balada lançada em 1983 pelo duo australiano Air Supply.

Fonte: BLOG DO MAURO FERREIRA/G1.globo.com

Continue lendo

Entretenimento

Virtudão lança nova música que conta uma história de amor a distancia

Published

on

A música “Menos de 1 km”, um pagodinho clássico, cheio de romantismo e história de amor .

O grupo de pagode Virtudão lançou nesta quinta-feira (13) o primeiro single sete meses depois de apostar em uma mulher como nova vocalista da banda. Leticia Moura e Everton Martins lançaram a música “Menos de 1 km”, um pagodinho clássico, cheio de romantismo e história de amor que pode ser conferido em todas as plataformas digitais e no youtube.

“Nosso primeiro single do EP foi um sambinha mais dançante, agora apostamos nessa pegada mais clássica. A verdade, é que amamos esse pagode mais romântico, e tenho certeza que o publico vai gostar também”, explicou Everton.

Essa é a segunda canção do EP gravado em São Paulo. Ao todo foram três músicas produzidas por Jr Nikkimba, Michel Fujiwara, Cláudio Bonfim, Kadu Silva, Jacques Batera e Ronald Marcondes. Os profissionais tem carreiras consolidadas e trabalham com grandes nomes do pagode como Dilsinho, Alexandre Pires, Thiaguinho, Jeito Moleque, entre outros.

A banda surgiu, mas só em 2011 após uma breve separação o Virtudão uniu mais uma vez Andrey Nogueira e Everton Martins, em nova formação. O encontro rendeu vários projetos musicais, como o Virtudão VIP e o Quintal do Virtudão.

Com shows animados e dançantes, o Virtudão leva os clássicos do pagode para o palco, mas as músicas atuais também, em novas roupagens no ritmo.

Fonte: G1 Pa — Belém

Continue lendo

Entretenimento

Lobão adiciona música de Rita Lee ao álbum ‘Canções de quarentena’

Published

on

♪ Lobão decidiu incluir uma segunda música de Rita Lee no repertório do álbum Canções de quarentena. Como o artista revelou em rede social, o cantor vai gravar Ando jururu, composição apresentada pela autora há 47 anos no álbum Atrás do porto tem uma cidade (1974), gravado por Rita com o grupo Tutti Frutti.

Além de Ando jururu, Lobão também selecionou Balada do louco (Arnaldo Baptista e Rita Lee, 1972) – música do repertório do grupo Os Mutantes – para o álbum.

Gravado desde o primeiro semestre de 2020 com produção orquestrada solitariamente por Lobão (inicialmente no Rio de Janeiro e, desde dezembro, em São Paulo), o disco Canções de quarentena reúne registros inéditos de músicas da década de 1970 que reverberam na memória afetiva de Lobão.

Ainda inédito, o álbum já gerou seis singles, sendo que o último, Canalha, foi lançado em 29 de janeiro deste ano de 2021 com regravação do rock do compositor Walter Franco (1945 – 2019), apresentado pelo autor em 1979 em festival promovido pela TV Tupi.

O trem azul (Lô Borges e Ronaldo Bastos, 1972), BR-3 (Antonio Adolfo e Tibério Gaspar, 1970), Canteiros (Fagner sobre poema de Cecília Meirelles, 1973), Pedaço de mim (Chico Buarque, 1978) e Eu quero é botar meu bloco na rua (Sérgio Sampaio, 1972) foram, pela ordem, os cinco singles anteriores do álbum.

O sétimo e ainda inédito single deverá ser Retalhos de cetim, samba de 1973 que se tornou o primeiro grande sucesso do cantor e compositor Benito Di Paula.

♪ Eis outras músicas já gravadas por Lobão para o álbum Canções de quarentena, mas ainda inéditas:

♪ Azul da cor do mar (Tim Maia, 1970)

♪ Na hora do almoço (Belchior, 1971)

♪ Tarde em Itapoã (Toquinho e Vinicius de Moraes, 1971)

♪ Balada do louco (Arnaldo Baptista e Rita Lee, 1972)

♪ Cais (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1972)

♪ Como vai você (Antonio Marcos e Mário Marcos, 1972)

♪ Hoje ainda é dia de rock (Zé Rodrix, 1972)

♪ Pérola negra (Luiz Melodia, 1971)

♪ Retalhos de cetim (Benito Di Paula, 1973)

♪ Os alquimistas estão chegando os alquimistas (Jorge Ben Jor, 1974)

Fonte: Mauro Ferreira g1.globo.com

Continue lendo
Publicidade

MAIS LIDAS

Enable Notifications    OK No thanks